• Sandra Carvalho

Paraíso envenenado em Chernobyl

A natureza volta a ser exuberante na região, mas radiação continua alta.


Lontra eurasiana e seu almoço: a vida selvagem voltou a ser abundante | Foto: Universidade da Geórgia/EUA

O desastre nuclear de Chernobyl, o maior da história, criou um território semi-proibido para o homem. É a Zona de Exclusão de Chernobyl, que fica a 95 km de Kiev, a capital da Ucrânia, perto da fronteira com Belarus.


O território ocupa um raio de 30 km em torno da usina de Chernobyl onde o acidente aconteceu no dia 26 de abril de 1986.


Quem imagina que ali a radiação produziu uma paisagem lunar se engana completamente. Hoje a vegetação local voltou a florescer, inclusive na Floresta Vermelha, onde as árvores se tornaram laranja na época do desastre.


Animais reapareceram com vigor - lontras eurasianas, cães guaxinim, lobos, gaios-comuns foram registrados por cientistas da universidade americana da Geórgia. Também já foram vistos por ali alces, raposas e javalis.


Isso anima turistas, que aumentam a cada ano em Chernobyl, para visitar a usina e a cidade fantasma de Pripyat. Foram 70 mil em 2018.


Normalmente eles vão em excursões de um único dia, e seus níveis de radiação são medidos na entrada e na saída da Zona de Exclusão. Mas há também hotéis no local, para quem quer contemplar os restos da catástrofe por mais tempo.


Os níveis perigosos de radiação não ficaram para trás. A Floresta Vermelha hoje ainda é dos lugares mais radioativos do planeta.


Um estudo da Universidade da Carolina do Sul (UofSC) mostrou alguns efeitos da radiação nos animais: cérebros menores, mais tumores, menos fertilidade, mais cataratas nos olhos de pássaros e roedores.


Em povoados distantes 140 km da usina, o leite das vacas ainda registra radioatividade cinco vezes superior ao limite máximo permitido para adultos na Ucrânia, e 12 vezes superior aos limites para crianças.


#AcidentesNucleares #Chernobyl #Ecocídios #Energia #EnergiaNuclear #Europa #Natureza #Radiação #Ucrânia #UniãoSoviética #UofSC #VidaSelvagem