• Sandra Carvalho

Pessoas mais felizes vivem na América Latina

Pesquisa do Gallup indica que os latino-americanos aproveitam mais a vida que os outros.


Mapa da Gallup das experiências mundiais positivas: mais verde escuro, mais satisfação | Mapa: Gallup Inc

Quem mora nos países da América Latina não acha que tem um padrão escandinavo de vida, mas ainda assim sorri mais, ri mais e aproveita mais suas experiências que os habitantes de outros lugares do mundo.

Pelo menos essa é a conclusão do Relatório Global de Emoções do Gallup de 2019, mais um dos estudos sobre felicidade que se tornaram rotineiros nos últimos anos. A pesquisa envolveu 151 mil entrevistas em 143 países.

Os paraguaios e panamenhos lideram o ranking de experiências positivas, com um índice de 85, seguidos por guatemaltecos e mexicanos, com 84. Dos 10 primeiros colocados, nove são latino-americanos. Só os indonésios são de fora da região. Os brasileiros não entram entre os 10 mais.

O relatório também inclui um ranking das experiências mais negativas. Nessa lista de infelicidade, se destacam os africanos Chade, Níger e Serra Leoa, e o Iraque e o Irã, do Oriente Médio. O Brasil tampouco entra aqui.

As estatísticas globais apontam que o mundo não anda lá muito bem: 39% dos entrevistados se revelaram muito preocupados, 35% estressados e 31% disseram sentiram muita dor física.


#AméricadoSul #AméricaLatina #Estresse #Felicidade #Gallup #Rankings