• Sandra Carvalho

A fazenda do futuro talvez seja assim. A SoftBank acredita nisso

A Plenty, fazenda vertical de San Francisco, tem plantações em torres de 6 metros de altura.


Fazenda vertical da Plenty, de San Francisco: 99% menos água  que fazendas convencionais   |   Foto: Plenty

Pode não ter chegado a hora das fazendas verticais, mas elas estão vivendo um grande momento.


O fundo de tecnologia Vision, liderado pelo empresário japonês Masayoshi Son, da SoftBank, acaba de colocar 200 milhões de dólares na Plenty, uma fazenda vertical da Califórnia.


A Plenty, baseada em San Francisco, é uma fazenda vertical com uma missão bem ambiciosa: produzir frutas, legumes e verduras com apenas 1% da água e 1% da terra usados nas fazendas convencionais.


Plantação da Plenty: tudo é vertical | Foto: PLenty

Detalhe importante da missão da Plenty: sem usar agrotóxicos, fertilizantes sintéticos e dispensando produtos geneticamente modificados.


A ideia é produzir localmente, dentro ou perto das grandes cidades, para que os alimentos não precisem transitar dias pelas estradas, perdendo gosto e nutrientes.


Na sede em San Francisco, num armazém reformado, couve, alface, rúcula e diversas ervas são plantadas em torres de seis metros de altura. Os nutrientes e a água correm dentro dessas torres, gerenciados por microssensores. Em vez do sol, há lâmpadas LED.


A produção na Plenty é tocada com os recursos de quase todos os buzzwords da tecnologia: aprendizado de máquina, big data, internet das coisas.


Convenceu Eric Schmidt, presidente da Alphabet (Google), que investiu na Plenty através da empresa de venture capital Innovation Endeavors.


Convenceu também Jeff Bezos, da Amazon, que colocou dinheiro na empresa atráves da Bezos Expeditions, a fundação de sua família.


Plenty em toda sua extensão: sem agrotóxicos | Foto: Plenty

O CEO e cofundador da Plenty é Matty Barnard, filho de um fazendeiro de Wisconsin, que plantava cerejas e maçãs.


Segundo Barnard declarou à Fast Company, os 200 milhões do fundo Vision serão investidos na expansão das fazendas verticais. Este ano, foi a estreia em San Francisco. No ano que vem, virão outros mercados.


O objetivo de longo prazo é chegar a todas as grandes áreas metropolitanas globais.

"Agora estamos prontos a construir nossa rede de fazendas e servir comunidades ao redor do mundo", afirmou Barnard num comunicado da Plenty.


#Agricultura #Agrotóxicos #FazendasUrbanas #FazendasVerticais #SanFrancisco #Softbank #Startups