• Sandra Carvalho

Polo Sul esquenta 3 vezes mais que média global

É um aquecimento extremo, dizem pesquisadores americanos.


Pólo Sul: 0,6 grau Celsius a mais por década | Foto: cc0 NOAA

Um dos lugares mais frios do mundo está ficando cada vez menos frio - é o que mostra um estudo de meteorologia da Universidade de Ohio (OHIO). O Polo Sul, que esfriava até os anos 80 do século 20, agora só esquenta.


Entre 1989 e 2118, o Polo Sul ficou 1,8 grau Celsius mais quente, numa média de 0,6 grau a mais por década, 3 vezes mais que a média global. O estudo foi publicado no jornal Nature Climate Change.


Segundo os pesquisadores, o aquecimento no interior da Antártica nos últimos 30 anos foi muito influenciado pelos trópicos, especialmente pelas temperaturas mais quentes do Oceano Pacífico, que mudaram os ventos do Oceano Atlântico Sul e fizeram ar mais quente chegar no Polo Sul.


Para os pesquisadores, esse período de aquecimento se deve principalmente a variabilidade natural do clima, e foi provavelmente intensificado com o aumento dos gases de efeito estufa, efeito da mudança de clima por ação humana.


Eles argumentam que a tendência de aquecimento tão forte dificilmente seria o resultado apenas de mudança climática natural sem a contribuição antropogênica, a nossa contribuição.


#AquecimentoGlobal #Antártica #MudançadeClima #OHIO #PoloSul