• Sandra Carvalho

Primeiras plantas surgiram 460 milhões de anos atrás

Fósseis do Tennessee confirmam o período em que plantas emergiram na terra.


Concepção artística das primeiras plantas terrestres | Ilustração: Universidade do Oregon

Depósitos de rochas removidos de uma represa de usina hidrelétrica do estado americano do Tennesse décadas atrás acabam de permitir uma descoberta extraordinária.


O geólogo Greg Retallack, da Universidade do Oregon (UO), encontrou nos depósitos fósseis de plantas inteiras, incluindo musgo e líquen, que permitiram confirmar o que os cientistas suspeitavam há muito tempo: que as plantas apareceram pela primeira vez na terra há 460 milhões de anos.


Estava-se então no meio do período geológico ordoviciano. Os fósseis passaram por estudos de isótopos de carbono. A pesquisa foi publicada em The Palaeobotanist.


Segundo Retallack, se as plantas surgiram e proliferaram nessa época, podem ter contribuído para diminuição do dióxido de carbono (CO2) na atmosfera e para o resfriamento global que se seguiu, alimentando uma explosão de nova vida marinha.


Os depósitos de rochas haviam sido recolhidos antes da construção da represa Douglas, no Tennessee, e preservados na Universidade de Cincinnati e num museu Smithsonian.


Uma das espécies de musgo fóssil dos depósitos identificada recentemente foi batizada de Dollyphyton boucotii, em homenagem à cantora country Dolly Parton. O parque temático dela, Dollywood, fica perto do local em que os depósitos de rochas foram recolhidos.


Veja mais: Gundélia, pândano, chaya: é essa a comida do futuro?


#Plantas #UO