• Sandra Carvalho

Quantos tiranossauros rex existiram?

Segundo paleontólogos da Universidade da Califórnia, 2,5 bilhões deles viveram na Terra.


Tiranossauro rex
Tiranossauro rex: predator feroz, viveu por 2,4 milhões de anos | Imagem: cc 1Ado123/Wikimedia Commons

O tiranossauro rex, um dos predadores mais temíveis que já passou pela Terra, podia assustar pelo tamanho: tinha até 12 metros de comprimento e quase quatro de altura num corpanzil de até 8 mil quilos.


Mas não era incomum - pelo que se sabe agora, esse dinossauro era bem numeroso cerca de 66 milhões de anos atrás.


Paleontólogos da Universidade da Califórnia em Berkeley calcularam quantos tiranossauros rex (Tyrannosaurus rex) existiram nos 2,4 milhões de anos que eles viveram na Terra.


Chegaram à surpreendente soma de 2,5 bilhões de animais, em generações que abrangiam 20 mil indivíduos.


Para chegar a esses números, eles levaram em consideração que os tiranossauros rex acasalavam pela primeira vez por volta de 15 anos de idade e que cada geração tinha 19 anos. Estimaram aproximadamente 127 mil gerações.


Os cientistas também consideraram que os tiranossauros rex, com sua massa corporal e seu metabolismo mais lento que o de mamíferos, ocupavam cada um uma área de aproximadamente 110 quilômetros quadrados.


Multiplicando a densidade da população pela área em que os animais viviam na América do Norte, chegaram aos 20 mil indivíduos por geração.


Os pesquisadores também estimaram as chances de um esqueleto de tiranossauro rex ser descoberto por humanos 66 milhões depois da extinção da espécie: 1 em 80 milhões.


O estudo foi publicado na Science, e resumido no site The Conversation.


Veja mais: Viu o primo gaúcho do Tyrannossaurus rex?


#UCBerkeley #AnimaisExtintos