Quem sai atrás de Pokémon pode ter um estilo de vida mais saudável

Ao começar a jogar, as pessoas tendem a andar o dobro. Depois, pelo menos 68% a mais.


Pokémon GO: menos sedentarismo  |  Foto: cc0  Tumisu/Pixabay

Com um ano completo de vida, o Pokémon GO já esgotou a paciência de muita gente. Mas quem continua ligado tem um possível benefício - um dia a dia mais ativo, menos sedentário.

Uma pesquisa da Ken State University (KSU), de Ohio, mostrou que capturar os monstrinhos do Pokémon GO estimula exercícios físicos, da mesma maneira que outros apps interativos de smartphones que exijam movimento.


Três professores da faculdade de Educação de Kent, Jacob Barkley, Andrew Lepp e Ellen Glickman, testaram a capacidade do Pokémon Go levar as pessoas a andarem mais e sentarem menos com 350 estudantes.


Com o jogo, os estudantes andaram 102% a mais na primeira semana, comparando com o período em que não usavam o game. Mesmo várias semanas depois eles caminhavam bem mais: 68% a mais.


"É possível que games como Pokémon GO ajudem as pessoas a iniciar uma mudança positiva de comportamento mais saudável, como andar mais e sentar menos", comentou Barkley, um dos professores do estudo, num comunicado da universidade.


A pesquisa foi publicada no jornal Games for Health.


#AtividadeFísica #Games #KSU