• Sandra Carvalho

Robô é craque em achar aquela veia difícil para tirar sangue

A máquina supera o homem em mais uma tarefa, segundo a Universidade Rutgers.


Robô para tirar sangue e inserir cateter para tratamento médico: superior | Foto: Martin Yarmush e Alvin Chen

Acertar a veia ou a artéria certa para tirar sangue, administrar fluidos e remédios ou colocar um stent é desses procedimentos básicos e indispensáveis da Medicina. Em 20% desses procedimentos, há falhas. Um robô poderia ter uma performance melhor?


Para cientistas da Universidade Rutgers, de Nova Jersey, sim. Eles desenvolveram um robô guiado por imagens e inteligência artificial que tem impressionado pela precisão ao lidar com vasos sanguíneos, reduzindo ferimentos e ganhando tempo.


O robô é particularmente útil ao lidar com vasos sanguíneos de crianças, idosos, doentes crônicos e pacientes de trauma, que são de acesso muito mais complicado. Nesses casos, a taxa de acerto na primeira tentativa de humanos fica abaixo de 50%, segundo a Rutgers.


O robô da universidade combina inteligência artificial com imagens por infravermelho próximo e ultrassom. De acordo com a Rutgers, pode operar com supervisão mínima.


O estudo foi publicado no jornal Nature Machine Intelligence.


#IA #Medicina #Robôs #Rutgers #Sangue