• Sandra Carvalho

Se é energia, manda o vento! Os nordestinos topam

O Nordeste, sozinho, fornece 84,7% da energia eólica do Brasil.


Energia eólica: o Nordeste carrega o Brasil nas costas | Foto: cc Scarket Silva/Wikimedia Commons

O dia 5 de novembro de 2016 foi uma data épica para a energia eólica no Brasil: naquele dia, a energia produzida pelos ventos abasteceu 52% do consumo do Nordeste.


É graças ao Nordeste que a matriz energética brasileira dá uma arejada, com o crescimento da energia eólica.


Era assim no ano passado:



Deve ficar assim este ano:



Esses dados são os oficiais do Ministério de Minas e Energia, prevendo que em 2017 a energia eólica chegue a 6,6% da matriz energética do país.


A Associação Brasileira de Energia Eólica, a Abeeólica, já considera que os ventos respondam por 7% da matriz energética , pelo enorme salto dado no ano passado no Nordeste.


Em 2016, surgiram 81 usinas eólicas no Brasil, todas no Nordeste, com exceção de seis no Rio Grande do Sul. Com elas, se chegou a uma capacidade total de 10,75 GW (gigawatt) de energia gerada com o vento.


E o Nordeste, que já era o líder nessa geração, ganhou mais espaço ainda. Já fornece 84, 7% da energia eólica do país.


A energia dos ventos abasteceu 17,3 milhões de famílias, ou 52 milhões milhões de pessoas, em média, ao longo de 2016.


Veja como foi:



#Brasil #Energia #EnergiaEólica #MatrizEnergética #Nordeste