• Sandra Carvalho

Torcedores fanáticos de futebol correm risco de ataque do coração

Cientistas de Oxford dizem que os níveis de stress desses torcedores são perigosos.


Torcedores do Brasil e da Argentina: entusiasmo | Foto: cc Marcello Zambrana/CA2019/Unsplash

Os torcedores de futebol fanáticos ficam com níveis altos demais de cortisol, o hormônio de stress, durante as partidas, e correm mais risco de sofrer ataques do coração.


Essa é a conclusão de um estudo da Universidade de Oxford, divulgado agora, mas baseado nos torcedores brasileiros da Copa de 2014.


Eles coletaram a saliva dos torcedores antes, durante e depois dos jogos, inclusive na fatídica derrota por 7 a 1 para a Alemanha.


Constataram que o cortisol disparava durante as partidas no caso de torcedores que se identificavam demais com o time. O hormônio subia às alturas ainda mais no caso de derrotas.


Segundo os pesquisadores, os torcedores fanáticos de futebol devem ficar cientes que cortisol demais pode deprimir o sistema imunológico, resultando em mais tosses, resfriados e até alergias.


Mais: o cortisol em excesso pode levar a ganho de peso, pressão alta e um risco significativo de doenças do coração, de acordo com os cientistas.


Eles lembraram que pesquisas anteriores já haviam verificado um aumento de ataques de coração entre torcedores em dias de partidas importantes.


O estudo foi publicado no jornal Stress &Health.


#DoençasdoCoração #Futebol #SeleçãoBrasileira #Stress #UniversidadedeOxford