• Sandra Carvalho

Tuk-tuk deixa pegada do e-commerce mais leve

Elétricos, os tuk-tuks já começaram a entregar produtos da Americanas em São Paulo.


Tuk-tuk
Tuk-tuk: cabem o motorista e até 600 quilos de produtos | Foto: B2W/Divulgação

As entregas de compras online mais amigáveis ao meio ambiente ganharam um novo protagonista no Brasil. São os tuk-tuks elétricos da B2W, a dona da Americanas, Submarino e Shoptime.


Os triciclos elétricos poupam as ruas e as pessoas de gases de efeito estufa que os carros e caminhões jogam no ar, movidos a gasolina, etanol ou diesel. Já estão sendo testados para delivery em São Paulo nos últimos meses.


Com 90 tuk-tuks nas regiões Sudeste, Sul e Nordeste do país, a B2W estima evitar evitar a emissão de 3 toneladas de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera por mês.


Cada tuk-tuk leva entre 240 e 600 quilos de produtos por viagem, dependendo de seu modelo. Os triciclos são sob medida para entregas de última milha do e-commerce.


Os tuks-tuks são feitos por uma empresa de São Paulo, a Cicloway, especializada em veículos elétricos bem diferentes do que se vê nas ruas. A fábrica fica em Manaus. A Cicloway produz localmente várias marcas conhecidas, como Ninebot, Trikke e Segway.


Um tuk-tuk que a Americanas tem usado é o chamado de Formigão Baú. Tem autonomia de 70 km e velocidade máxima de 30 km/hora.


"O tuk-tuk elétrico é um meio eficiente de deslocamento nos centros urbanos e tem a vantagem, em relação às bicicletas, de oferecer maior capacidade de carga", comenta Welington Souza, um dos diretores da Americanas e da B2W.


Veja mais: Dióxido de carbono é recorde em 23 milhões de anos


#Triciclos #Delivery #Ecommerce #ComprasOnline #Americanas #VeículosElétricos