• Sandra Carvalho

Veredito do pica-pau-bico-de-marfim: extinto

Junto com ele, outras 22 espécies foram dadas como definitivamente desaparecidas.


Pica-pau-bico-de-marfim
Pica-pau-bico-de-marfim no Museu de HIstória Natural e Ciência de Cincinnati | Foto: cc James St. John/Flickr

O pica-pau-bico-de-marfim, que já foi o maior pica-pau dos Estados Unidos, foi visto pela última vez em 1944, no estado americano da Lousiana. Ontem o Servico de Pesca e Vida Selvagem americano (#USFWS) jogou a toalha e declarou a ave extinta.


Junto com o pica-pau-bico-de-marfim (Campephilus principalis) foram considerados extintos pelo USFW mais 22 espécies, entre elas a toutinegra-de-bachman (Vermivora bachmanii) , uma ave com um canto original, avistada pela última vez em Cuba, em 1981.


O pica-pau-bico-de-marfim era típico de velhas florestas do sul americano e de Cuba, e caiu vítima da destruição de seu habitat e da caça.


“Com a mudança climática e a perda de área natural empurrando mais e mais espécies para o limite, agora é a hora de levantar esforços proativos, colaborativos e inovadores para salvar a vida selvagem da América", disse Deb Haaland, secretária do Interior, ao fazer o anúncio fúnebre.


Os animais ameaçados são protegidos nos Estados Unidos pela Lei das Espécies Ameaçadas, de 1973, conhecida como ESA.


Com a proteção legal, 54 espécies saíram da lista de ameaçadas, entre elas a icônica águia americana. Outras 56 deixaram de ser consideradas em risco de extinção para entrar na categoria de ameaçadas.


Para as 23 espécies dadas como extintas ontem, essa lei chegou tarde. A lista inclui 11 aves, oito mexilhões de água doce, dois peixes, um morcego e uma planta.


Como costuma acontecer quando uma espécie é declarada extinta, há alguma divergência sobre o destino do pica-pau-bico-de-marfim.


A (#IUCN) , organização conservacionista com base na Suíca, ainda não colocou o pica-pau-bico-de-marfim em sua lista de animais extintos, por considerar que que é possível que a ave sobreviva em Cuba. Na Lista Vermelha, ela continua como criticamente em perigo.


Veja mais: Viu esse morcego? Não vai ver mais. Foi declarado extinto