• Sandra Carvalho

O vírus HPV persegue a humanidade há mais de 500 mil anos

Ele causa o câncer do colo útero, vagina, ânus e pênis.



O papiloma humano, mais conhecido como HPV, já cruzava o caminho dos humanos muito antes de o Homo sapiens existir.


Três cientistas do Instituto Catalão de Oncologia (ICO), de Barcelona, encontraram evidências de infecções por HPV, mais precisamente do tipo 16, ocorridas há mais de 500 mil anos.


Seu estudo foi publicado pela revista científica Molecular Biology and Evolution. Entre os autores está a brasileira Cristina Mendes de Oliveira, ligada à USP e ao Hospital do Câncer de Barretos.


Mais de 200 diferentes papilomavírus foram encontrados em humanos até agora, de acordo com a pesquisa do ICO. Virtualmente todas as pessoas passam por infecções por HPV, a maioria assintomática, conforme a pesquisa.


Entre adultos sexualmente ativos, mais de 80% são infectados por HPV pelo menos uma vez na vida.


Em certos casos, o papiloma causa lesões semelhantes a verrugas e alguns tipos de câncer. É justamente o HPV16 que domina em câncer do colo do útero, vulva, vagina, ânus e pênis, segundo o estudo do ICO.


É também o HPV que aparece mais em infeções do trato genital assintomáticas em pessoas saudáveis.


O jornalista Peter Moon fez uma reportagem bem completa sobre o estudo do HPV para a Agência FAPESP.


#Câncer #ICO #USP #Vírus