• Sandra Carvalho

Viu o iceberg monstro que se descolou na Antártica?

É um bloco de gelo de 1 trilhão de toneladas, que agora está à deriva.


O iceberg que se separou da Antártica impressiona pelo tamanho - 5.800 mil km² de gelo se desprenderam da plataforma Larsen C, a maior plataforma de gelo do norte do continente.


É um bloco de gelo de 1 trilhão de toneladas, provavelmente um dos maiores já registrados, agora à deriva no Mar de Weddell. Larsen C ficou 12% menor.


As dimensões monumentais do iceberg inspiraram comparações sem fim.


"É maior que o Distrito Federal", diz a BBC Brasil. " É quatro vezes maior que a cidade São Paulo", afirma Veja.com É um quarto do País de Gales, comenta a BBC de Londres. "É três vezes maior que a área metropolitana de Londres", compara a CNN. "É duas vezes maior que Luxemburgo", define The Guardian. "É do tamanho de Delaware", preferiu o New York Times.


Enfim, trata-se de uma ruptura grande o suficiente para mexer com os mapas. "Esta é uma grande mudança. Mapas terão de ser redesenhados", afirmou ao New York Times Adrian Luckman, pesquisador do Projeto MIDAS, das universidades britânicas Swansea e Aberystwyth, que monitoria a ruptura da plataforma Larsen C há três anos.


E o que pode acontecer agora? Veja a previsão de Luckman, no blog do Projeto MIDAS:

"Nos próximos meses e anos, a plataforma Larsen C poderá se recuperar gradualmente, ou sofrer novas rupturas que levem a um colapso. As opiniões da comunidade científica estão divididas. Nossos modelos dizem que ela ficará mais instável, mas qualquer futuro colapso vai demorar anos ou décadas para acontecer."


Em tempo: a ruptura da plataforma foi um evento natural, e os cientistas não estão fazendo ligação com mudança de clima.


#Antártica #Icebergs #UniversidadedeSwansea #UniversidadedeAberystwyth