• Sandra Carvalho

Voar é com esse condor: ele só bate asas 1% do tempo

O condor-dos-andes voa com extrema eficiência, pegando carona em correntes de ar.


Condor-dos-andes: envergadura majestosa das asas | Foto: cc0 Pixabay

Cientistas britânicos e argentinos colocaram gravadores de voo em condores-dos-andes e descobriram uma forma absolutamente surpreendente de voar dessas aves.


Aves pesadas têm de fazer um grande esforço para bater as asas. O condor-dos-andes, a ave mais pesada do mundo a voar, resolve esse problema com enorme eficiência. Ele pega carona nas correntes de ar. Bate as asas apenas 1% do tempo.


Segundo os pesquisadores, as circunstâncias em que o pássaro bate as asas são bem delimitadas - na decolagem e na aterrissagem. Isso foi notado mesmo com aves inexperientes, como eram as recrutadas para os testes dos cientistas.


A economia de energia do condor-dos-andes pode ajudar a explicar como aves extintas, que tinham o dobro da envergadura das asas do condor, conseguiam voar.


Um condor-dos-andes (Vultur gryphus) pode pesar 15 quilos. Seu esforço para decolar é grande - 75% das batidas de asas se concentram nessa etapa do voo, de acordo com o estudo.


Depois, é na maciota. Um condor pode voar até 5 horas, cobrindo em torno de 172 quilômetros sem bater as asas, conforme mostraram os gravadores dos voos.


O estudo, feito por professores da Universidade de Swansea, no País de Gales, e Universidade Nacional de Comahue (UNCo), em Bariloche, Argentina, foi publicado no jornal PNAS.


Condor-dos-andes: ele passa de 170 quilômetros sem bater asas | Foto: Facundo Vital/Universidade de Swansea

Veja mais: 10 flagrantes inesperados de pássaros na natureza


#Aves #Pássaros #UNCo #UniversidadedeSwansea