• Sandra Carvalho

Vodca, vinho, cerveja: perigo tóxico nas garrafas?

As garrafas com decoração esmaltada passam do limite em metais pesados.


Vodka: risco em garrafas com decoração esmaltada | Foto: cc0 André Menegatti/Pixabay

As garrafas de cerveja, vinho e destilados com estampas esmaltadas podem ter substâncias tóxicas. O alerta é de pesquisadores da Universidade de Plymouth, na Inglaterra.

Eles estudaram as decorações feitas em vidro e estampas esmaltadas em bebidas alcoólicas à venda em lojas inglesas especializadas e em supermercados.

Nas garrafas com decoração em vidro, encontraram cádmio, chumbo e cromo, mas em pequena quantidade, insuficiente para representar riscos para a saúde dos consumidores ou para o meio ambiente.

Já nas garrafas com decoração esmaltada, acharam concentração de cromo de 20.000 partes por milhão (ppm) em cervejas, vinhos e destilados. E registraram até 80.000 ppp de chumbo em garradas de vinho. O limite para chumbo em tinta para consumidores é de 90 ppm.

Com esse nível de metais pesados, as amostras submetidas a testes de simulação de chuva em aterros sanitários vazaram cromo e chumbo, ultrapassando os limites previstos para embalagens nas leis dos Estados Unidos.

As garrafas foram examinadas com espectrômetros de fluorescência de raio X. O estudo foi publicado no jornal Environmental Science And Technology.


#Bebidas #Cerveja #Contaminação #Chumbo #Vinho #Vodca #UniversidadedePlymouth